Igreja Episcopal convida à participação na Marcha Moral da Campanha dos Pobres em Washington

Por Egan Millard
Publicado em Jun 6, 2022

Membros da Catedral Nacional de Washington participaram do comício da Campanha das Pessoas Pobres em 23 de junho de 2018 no National Mall. Foto: Lynette Wilson/Serviço Episcopal de Notícias

[Serviço de Notícias Episcopais] Os episcopais são convidados a participar da Marcha Moral em Washington realizada pela Campanha dos Pobres, a iniciativa ecumênica que defende a justiça econômica para os americanos pobres e marginalizados apoiada pela Igreja Episcopal.

“O Conselho Executivo da Igreja Episcopal endossou pela primeira vez esta iteração atualizada da Campanha dos Pobres em 2018. Desde então, nossa igreja se tornou uma das vozes denominacionais mais fortes da campanha”, Bispo Presidente Michael Curry escreveu em um e-mail de convite. “Sou grato a todos que se juntaram e trabalharam para que todos os americanos possam desfrutar de salários dignos, assistência médica, casas em que possam prosperar, direitos de voto, ar e água limpos, educação e o fim do militarismo e do nacionalismo religioso.”

A marchar no Capitólio acontecerá no dia 18 de junho, e os episcopais são convidados a se reunir no dia anterior na Igreja da Epifania (1317 G St. NW, Washington, DC) para comida, comunhão, oração e preparação.

A Campanha das Pessoas Pobres foi lançada em 2018 como um renascimento do apelo do Rev. Martin Luther King Jr. por segurança econômica, a pedra angular do Campanha da Pobreza original. É co-presidido pelo Rev. William Barber e pela Rev. Liz Theoharis, e recebeu o apoio de Curry, que fez discursos em vídeo no 2018 de março e os votos de marcha virtual 2020.

A campanha visa “confrontar os males interligados do racismo sistêmico, pobreza, devastação ecológica, militarismo e economia de guerra, e a narrativa moral distorcida do nacionalismo religioso”. Atualmente, está defendendo 14 prioridades políticas que abordariam essas questões, incluindo assistência médica universal, salário mínimo de US$ 15/hora, moradia garantida e direitos de voto reforçados. Os organizadores apontaram o agravamento das desigualdades sociais que se desenvolveram ao longo da pandemia como motivo de urgência renovada.

“Nós nos reunimos e marchamos em 18 de junho de 2022 porque qualquer nação que ignora quase metade de seus cidadãos está em uma crise moral, econômica e política”, escreveram os organizadores da Campanha dos Povos Pobres em seu convite para a marcha. “Havia 140 milhões de pessoas pobres ou a uma emergência da ruína econômica antes da pandemia. Desde março de 2020, enquanto centenas de milhares de pessoas morreram, milhões estão à beira da fome e do despejo, e ainda sem assistência médica ou salários dignos, a riqueza bilionária cresceu mais de US$ 2 trilhões”.

A Igreja Episcopal foi em parceria com a Campanha dos Pobres desde 2018, através do programa de reconciliação, justiça e cuidado da criação liderado pela Rev. Melanie Mullen. A igreja foi a segunda denominação a assinar oficialmente como co-patrocinador da Campanha dos Pobres, através de uma resolução do Conselho Executivo. Mais de 100 episcopais de todos os Estados Unidos participou da primeira marcha da campanha em Washington em 2018. Em agosto de 2021, vários clérigos episcopais e líderes leigos estavam entre os mais de 200 manifestantes que foram presos em Washington, DC, ao mesmo tempo em que se uniu à Campanha dos Pobres em favor de uma legislação que beneficiaria eleitores desprivilegiados e americanos de baixa renda.

“Como episcopais, nosso batismo nos compromete a viver como Jesus viveu, lutar pela paz, justiça e dignidade de todas as pessoas, cuidar dos mais vulneráveis”, escreveu Curry em seu convite. “Quando eles lutam, devemos lutar com eles. Quando eles se reúnem, devemos nos unir a eles. … Este movimento tem tudo a ver com amor em ação. Pelo poder e graça de Deus, vamos amar uns aos outros e ao nosso próximo agora, não apenas em palavras, mas em ações e em verdade”.

- Egan Millard é editor assistente e repórter do Episcopal News Service. Ele pode ser contatado em emillard@episcopalchurch.org.


Tags