Convenção Geral finaliza novos acordos de comunhão plena

Por Melodie Woerman
Postado Jul 11, 2022

[Serviço Episcopal de Notícias — Baltimore, Maryland] A adoção de resoluções pela Câmara dos Bispos e da Câmara dos Deputados finalizou os acordos de comunhão plena entre a Igreja Episcopal e duas outras igrejas – a Igreja Evangélica Luterana no Canadá e a Igreja da Suécia. “Comunhão plena” significa que o clero de uma igreja é elegível para servir as congregações da outra. Além disso, os bispos de ambas as igrejas devem ser convidados a participar dos serviços de ordenação e consagração de cada um.

A Resolução A092, “Igrejas Além das Fronteiras”, altera o Cânon I.20.1 para incluir a Igreja Evangélica Luterana no Canadá como uma das igrejas com as quais a Igreja Episcopal está em plena comunhão.

“Churches Beyond Borders” é um acordo conjunto de quatro vias entre a Igreja Episcopal, a Igreja Anglicana do Canadá, a Igreja Evangélica Luterana na América e a Igreja Evangélica Luterana no Canadá. A Igreja Episcopal já está em plena comunhão com todas as outras províncias da Comunhão Anglicana, incluindo o Canadá, e em 2001 entrou em plena comunhão com a Igreja Evangélica Luterana na América através “Chamado à Missão Comum”.

A Resolução A137 coloca a plena comunhão com a Igreja da Suécia nos cânones.

Em 2018, a 79ª Convenção Geral reconheceu e afirmou a existência de uma relação de plena comunhão com a Igreja da Suécia e convocou a 80ª Convenção Geral a apresentar um memorando de entendimento estabelecendo os termos e procedimentos dessa relação de plena comunhão. Esse memorando foi finalizado por ambas as igrejas em 15 de janeiro de 2022.