Presidente da Câmara dos Deputados Gay Clark Jennings, 3 membros do Conselho Executivo testam positivo para COVID-19 após reunião

Por Egan Millard
Postado 27 de abril de 2022

O Rev. Gay Clark Jennings, presidente da Câmara dos Deputados, fala ao Conselho Executivo no Condado Plaza Hilton em San Juan, Porto Rico, em 20 de abril de 2022. Foto: Egan Millard/Episcopal News Service

[Serviço de Notícias Episcopais] O Rev. Gay Clark Jennings, presidente da Câmara dos Deputados, testou positivo para COVID-19 após retornar da reunião do Conselho Executivo de 20 a 23 de abril em San Juan, Porto Rico. Jennings escreveu em uma postagem do Facebook na noite de 26 de abril que ela havia testado positivo naquela manhã e estava apresentando sintomas leves.

Três outros membros do Conselho Executivo também testaram positivo desde a reunião, disse o secretário-geral da Convenção, Michael Barlowe, aos membros do conselho em 27 de abril, incentivando todos a fazer o teste. O bispo presidente Michael Curry estava a caminho de ser testado na mesma tarde, disse a oficial de relações públicas da Igreja Episcopal Amanda Skofstad ao Episcopal News Service.

Jennings, 71, escreveu que está em quarentena em sua casa em Ohio e que seu marido, que também participou da reunião, testou negativo. Em um e-mail para aqueles que participaram da reunião, Jennings disse que inicialmente não sentiu sintomas e fez o teste apenas porque iria visitar alguém mais vulnerável à infecção.

“Passei o dia de hoje em contato com pessoas com quem passei algum tempo nos últimos dias e com aqueles com quem estava programado para me encontrar nos próximos dias”, escreveu Jennings. “Agradeço pelas máscaras, vacinas e tratamentos antivirais que estão salvando tantas vidas nesta fase da pandemia, e peço a todos que são elegíveis a serem vacinados e reforçados para que todos possamos nos manter seguros”.

Todos os membros do conselho, funcionários e repórteres presentes na reunião pessoalmente foram obrigados a apresentar comprovante de vacinação (e doses de reforço, se elegível) ao se registrar, mas não testes negativos para COVID-19. Além disso, todos foram obrigados a usar máscaras o tempo todo, a menos que se dirigissem ao conselho e/ou seus comitês, ou enquanto comiam. Almoço e jantar foram servidos a todos em uma sala de conferências do hotel todos os dias da reunião (exceto no último dia, para o qual foi servido apenas o almoço).

Porto Rico experimentou uma onda que coincidiu com a reunião do conselho, relatando as maiores taxas de infecção de qualquer estado ou território dos EUA na semana passada.

The 80th A Convenção Geral, programada para ocorrer de 7 a 14 de julho em Baltimore, Maryland, foi adiada em um ano devido à pandemia. No terceiro dia da reunião, vários membros do conselho levantaram preocupações sobre a Convenção Geral de segurança, dado o surgimento contínuo de variantes do COVID-19, o grande número de pessoas presentes, o perigo de COVID longo e o aumento do risco para idosos e pessoas com doenças subjacentes. condições saudáveis.

Jennings respondeu a essas preocupações dizendo que o Escritório da Convenção Geral está planejando uma série de cenários relacionados à segurança na Convenção Geral. O Comitê Permanente Conjunto de Planejamento e Arranjos está desenvolvendo um conjunto de princípios orientadores que serão usados ​​para tomar decisões, que serão divulgados à igreja em breve, disse ela. Jennings e os outros presidentes se reuniram com três especialistas em saúde pública para discutir a mitigação de riscos, disse ela. Ela também solicitou a capacidade de contratar um especialista em saúde pública para aconselhá-la sobre políticas e procedimentos à medida que a Convenção Geral se aproxima, e o conselho aprovou uma resolução alocando até US$ 50,000 do superávit do orçamento de 2022 para esse fim.

- Egan Millard é editor assistente e repórter do Episcopal News Service. Ele pode ser contatado em emillard@episcopalchurch.org.


Tags