A Igreja Episcopal em Wyoming lança ArtSpirit, uma nova e importante iniciativa artística

GROUNDED, a exposição inaugural, reúne 15 artistas contemporâneos de tribos indígenas americanas dentro e ao redor das Grandes Planícies

A Igreja Episcopal em Wyoming
Publicado em setembro 29, 2022

A Igreja Episcopal em Wyoming está lançando uma nova e importante iniciativa artística chamada ArtSpirit, sob o qual se enquadrará toda a sua programação artística. Vendo a criatividade artística em suas muitas formas como uma força de transformação, para curar nosso mundo e promover criativamente a paz, a harmonia, a integridade e a saúde em todas as suas formas, tanto entre si quanto com a terra, a Igreja Episcopal em Wyoming estabeleceu ArtSpirit explorar e nutrir a relação entre fé, espiritualidade e artes. Acreditando que a criatividade expressa e ilustra profundamente a natureza de nosso Criador e aprimora nossa experiência e compreensão tanto do Transcendente quanto de cada um, ArtSpirit fará isso desenvolvendo, curando, coordenando e hospedando iniciativas artísticas para estimular a discussão, o diálogo e a educação, bem como a exploração espiritual – como exposições, festivais, shows, exibições, leituras, danças e inúmeros eventos artísticos associados, incluindo simpósios, fóruns e palestras.

A Igreja Episcopal em Wyoming está lançando ArtSpirit em 2 de outubro de 2022 no Fremont County Pioneer Museum em Lander, Wyoming, por meio de uma exposição de arte estratégica e oportuna que organizou de artistas nativos americanos contemporâneos intitulada “ATERRADO: Restaurando nosso mundo através de uma Sagrada Harmonia com a terra e uns com os outros.”

GROUNDED é uma exploração artística que reúne 15 artistas contemporâneos de primeira linha e emergentes de tribos indígenas americanas tradicionalmente baseadas em e ao redor da região das Grandes Planícies, buscando inspirar nossa imaginação sobre nossa necessidade de estar “fundamentados” em nosso relacionamento com toda a criação: o terra e sua vida selvagem, uns aos outros e nós mesmos.

É fundamental para a saúde e a sobrevivência do nosso planeta que reconheçamos e honremos nossa intrincada conexão com a Terra como nossa sustentadora, com a sabedoria de nossos ancestrais e com a necessidade mútua da humanidade. Nosso próprio mundo está pedindo um realinhamento de uma harmonia sagrada e uma consciência de um novo equilíbrio entre nós e a terra, e com toda a vida sobre ela.

O trabalho criativo deste grupo inspirador de artistas nativos americanos contemporâneos servirá como uma representação visual da visão de mundo, sabedoria e aprendizado de seus ancestrais, o que é urgentemente necessário hoje à medida que reimaginamos como vivemos para curar nosso mundo. Temos muito a aprender com as culturas indígenas de nossos irmãos e irmãs nativos americanos sobre estar fundamentados na interconexão do sagrado, do mundo natural e uns dos outros. As crenças tradicionais dos nativos americanos veem tudo na terra como vivendo em relacionamento. Portanto, eles entendem que as crises ambientais e humanitárias de hoje afetam tudo e todos – geologicamente, fisicamente, emocionalmente e espiritualmente. Sua sabedoria espiritual é, portanto, essencial para desenvolver uma “harmonia sagrada” entre todos os povos e a terra. Esta exposição de arte contemporânea oportuna procura capacitá-los a compartilhar sua cultura, herança e tradições sagradas para nos ajudar a curar nosso mundo e promover a integridade entre todos os povos.

Os 15 artistas contemporâneos de 8 tribos indígenas foram convidados a participar com base nos trabalhos anteriores dos artistas e sua capacidade de expressar o tema da exposição através das lentes de seu patrimônio e visão de mundo cultural. A exposição tem curadoria do célebre artista do Norte Arapaho, Robert Martinez.

Ben Pease (Apsáalooke-Crow)

Brent aprendeu (Arapaho/Cheyenne)

Carlin Bear Não Anda (Apsáalooke-Crow/Northern Cheyenne)

Donald F. Montileaux (Oglala Sioux)

Henry Payer (Ho-Chunk)

Hillary Kempenich (Anishinaabe)

Pão Jackie Larson (Pé-preto)

Jackie Sevier (Arapaho do Norte)

Jim Yellowhawk (Itazipco/Rio Cheyenne Sioux)

Joanne traz o trovão (Shoshone Oriental)

John Pepion (Pé-preto)

Louis ainda fumando (Pé-preto)

Roberto Martinez (Arapaho do Norte)

Talissa Abeyta (Shoshone Oriental)

Wade Patton (Oglala Lakota)

A exposição começará sua turnê global em Wyoming, sendo exibida nas cidades de Lander, Casper, Cheyenne, Jackson, Worland e Rock Springs, antes de se mudar para outros locais importantes nos EUA e no Reino Unido, e depois terminar sua turnê em o Oriente Médio. O coordenador organizador, The Rt. O Rev. Paul-Gordon Chandler, Bispo da Igreja Episcopal em Wyoming, tem uma vasta experiência na organização de exposições de arte de grande escala internacionalmente.

A exposição serve como um catalisador para cada local anfitrião desenvolver vários eventos e programas adaptados às necessidades específicas de sua comunidade para estimular a discussão, o diálogo e a educação em torno do tema da exposição para promover uma maior compreensão e ampliar o envolvimento com a obra de arte.

Os parceiros do programa de Wyoming para o GROUNDED incluem Wyoming Humanities Council, Wyoming Arts Council, seis espaços de exposições notáveis ​​e igrejas episcopais em todo o estado.

Para saber mais sobre a exposição GROUNDED e ver as obras de arte, visite: oncaravan.org/grounded

Para mais informações sobre ArtSpirit e a programação associada em torno da exposição GROUNDED, entre em contato com Genie Osburn, Coordenador de Comunicações da Igreja Episcopal em Wyoming: genie@episcopalwy.org