A Força-Tarefa para o Estudo do Casamento fornece progresso nas ações, quatro grupos de trabalho

Postado 11 de abril de 2017

[Escritório de Relações Públicas da Igreja Episcopal] A Igreja Episcopal A Força-Tarefa para o Estudo do Casamento emitiu o seguinte relatório de progresso:

A Força-Tarefa para o Estudo do Casamento, reunida de 27 a 30 de março em Linthicum Heights, Maryland, continuou seu trabalho conforme orientado pela Convenção Geral de 2015. A Força-Tarefa revisou, refinou e poliu uma série de peças que formarão seu relatório para o 79º Convenção Geral.

A Acadêmico O grupo de trabalho está finalizando uma série de pequenos ensaios sobre a resposta da igreja aos relacionamentos sexualmente íntimos, solteiro, famílias, cultura e casamento, e casais que buscam uma bênção para seu relacionamento, mas não o casamento. Esses ensaios serão enviados para revisão e resposta de teólogos, especialistas em ética, pastores, liturgistas, cientistas sociais e educadores que não são membros da Força-Tarefa ampliada e cujas perspectivas representam o espectro de entendimentos sobre esses assuntos na Igreja, como Resolução 2015-A037 pergunta.

A Pastoral O grupo de trabalho continua recebendo respostas à pesquisa de relacionamento da Força-Tarefa, que coleta histórias sobre relacionamentos comprometidos, tanto do mesmo gênero quanto de gênero oposto, em uma variedade de dados demográficos.

Joan Geiszler-Ludlum, presidente pro tem, comentou: “Ao revisar as respostas narrativas recebidas até o momento, histórias individuais de uma variedade de relacionamentos comprometidos provam ser comoventes, comoventes e expressivas da experiência de tais relacionamentos.”

O grupo de trabalho pastoral está buscando oportunidades adicionais para ampliar a demografia das respostas da pesquisa. Para acessar a pesquisa vá SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA para espanhol e SUA PARTICIPAÇÃO FAZ A DIFERENÇA Para inglês.

A Eclesial O grupo de trabalho, em consulta com a Comissão Permanente de Liturgia e Música, está coletando dados das dioceses para avaliar e monitorar o impacto do casamento entre pessoas do mesmo sexo e dos ritos de bênção na Igreja. Uma pesquisa buscando dados específicos da diocese sobre a implementação das liturgias de julgamento conforme autorizado pela Convenção Geral de 2015 está disponível Aqui. 

A Funcional O grupo de trabalho está traçando o papel histórico do clero no casamento e discutindo o debate atual em torno do clero agindo em nome da igreja e do estado.

Geiszler-Ludlum disse: “A Força-Tarefa para o Estudo do Casamento reflete a diversidade desta Igreja da melhor maneira possível, tratando a variedade de pontos de vista representados com igual dignidade e respeito. Os membros estão trabalhando diligentemente para realizar a variedade de tarefas que a Convenção Geral determinou e somos profundamente gratos por aqueles que contribuíram para o nosso trabalho compartilhando suas histórias e experiências. Continuamos a ser abençoados pela oportunidade de fazer este trabalho e esperamos que a Igreja como um todo considere nosso relatório útil à medida que buscamos e servimos a Cristo uns nos outros e nas relações de compromisso que encontramos em nossas congregações e comunidades ”.

Membros
O Rev. Brian C. Taylor, Diocese de Chicago, Presidente
Joan Geiszler-Ludlum, Diocese de East Carolina, vice-presidente / presidente pro tem
O Rev. Philip Dinwiddie, Diocese de Michigan, Secretário
O Rev. Stannard Baker, Diocese de Vermont
Bispo Thomas Ely, Diocese de Vermont
A Rev. Gianetta Hayes-Martin, Diocese da Califórnia
O Rev. Carlye Hughes, Diocese de Fort Worth
O Rev. Jordan Hylden, Diocese de Dallas
A Rev. Dra. Ruth Meyers, Diocese da Califórnia
Bispo Steven Miller, Diocese de Milwaukee
O Rev. Humphrey Paulino, Diocese da Venezuela
A Rev. Susan Russell, Diocese de Los Angeles
Deborah Stokes, Diocese do Sul de Ohio
Bispo Brian Thom, Diocese de Idaho
Melodie Woerman, Diocese de Kansas


Tags