Declaração do Bispo Suffragan Laura Ahrens de Connecticut

Postado Jul 9, 2016

8 de julho de 2016
Bispo Laura Ahrens
A Igreja Episcopal em Connecticut

“A Oração da Manhã esta manhã parecia mais a Oração de Luto. Ainda se recuperando da violência de terça-feira em Louisiana e quarta-feira em Minnesota, em cada uma das quais um homem negro foi morto pela polícia durante um encontro, a notícia chegou de Dallas sobre os policiais emboscados durante um protesto pacífico na noite de quinta-feira, com cinco policiais mortos e mais sete feridos. E além desses números, inúmeras vidas foram impactadas direta e indiretamente por esses atos. O impacto fere a todos nós.

Nossas orações esta manhã são realmente orações de luto por aqueles que morreram. Nossas orações são por todos aqueles que morreram nesta semana e por aqueles que foram feridos, suas famílias e entes queridos. Oramos por aqueles que se ofereceram como testemunhas pacíficas na grande cidade de Dallas na noite passada e encorajo-nos a manter seu testemunho pela paz. Rezo pela paz e pela coragem para continuar a testemunhar a poderosa voz de amor que a paz revela.

O prefeito de Dallas esta manhã observou que haveria um culto de oração inter-religioso hoje às 12:00. Convido todos nós da ECCT a nos juntarmos a essas orações, se não ao meio-dia, então em outro momento de nossas orações de hoje. As orações do Livro de Oração Comum prendem-me nesta manhã em meu luto. Orações pela família humana (p. 815), Por nosso país (p. 820) e pelas cidades (p. 825), além das Orações pela paz (p. 815), ajudem-me a encontrar algumas palavras para construir pontes e diálogo honesto.

Nossas orações são vividas por meio de nossas ações e também de nossas palavras. Temos trabalho a fazer. Participar da Missão de Deus nos chama a construir pontes de amor, justiça e paz. Alicerçados no amor de Deus por nós e no nosso amor por Deus, somos chamados a estender a mão aos que estão ao nosso redor que estão sofrendo e necessitados, estendendo o amor de Deus com ouvidos que procuram ouvir, palavras que procuram confortar, tocar que procuram cura e corações que procuram amar. Somos chamados a trabalhar pela paz e pela justiça, construindo pontes que nos conectem onde ainda estamos divididos por “ismos” de preconceito, opressão e diferença. O medo não pode construir essas pontes, mas podemos - quando não estamos presos por nossos medos, mas sim libertos por Deus para andar em amor. Que possamos tratar deste trabalho hoje e todos os dias. ”

O Rt. Rev. Laura J. Ahrens
Bispo Suffragan


Tags