Declaração dos bispos de Connecticut sobre os votos do DOMA e da Lei de Direitos de Voto

Publicado em Jun 28, 2013

[Comunicado à imprensa da Diocese Episcopal de Connecticut] Agradecemos o reconhecimento da lei estadual e federal promulgada pela decisão da Suprema Corte de revogar as disposições da Lei de Defesa do Casamento. Em Connecticut, isso significa que todos os casais terão o mesmo status perante a lei. Este é um avanço para a justiça igual para todos e os direitos civis de gays e lésbicas. Agradecemos pelo casamento de nossos irmãos e irmãs gays e lésbicas e pela voz da Convenção Geral oferecendo ritos de bênção por seu amor.

Ao mesmo tempo, lamentamos a decisão da Suprema Corte em relação à Seção 5 da Lei de Direitos de Voto de 1965 e continuaremos nos esforçando para que todos os cidadãos tenham acesso justo ao pleno direito de voto e representação equitativa em estados e federais legislaturas.

Nós nos comprometemos com o amor reconciliador de Deus e com o ministério de ouvir e cuidar de todos os filhos de Deus enquanto trabalhamos pela justiça e paz.

O Rt. Rev. Ian T. Douglas, Bispo Diocesano
O Rt. Rev. James E. Curry, Bispo Suffragan
O Rt. Rev. Laura J. Ahrens, Bispo Suffragan


Tags