Bispo da Pensilvânia central responde a tiroteios

Postado Jul 11, 2016

Caro Clero da Diocese da Pensilvânia Central,

Os eventos da semana passada em Baton Rouge, St. Paul e Dallas foram perturbadores e difíceis de processar. A escalada da violência em nosso próprio país, em camadas com perdas trágicas e quase diárias na arena global - Paris, Bruxelas e o Oriente Médio - é esmagadora para nós como indivíduos e, ainda mais, como líderes que ensinam paz, justiça e amor de Deus.

Por favor, saibam que minhas orações, apoio e amor estão com vocês enquanto ministram para e com suas congregações nestes dias. Exorto-o a não tentar dar sentido ou reconciliar esses eventos horríveis - pois esse é o trabalho de nosso temor de Deus - mas que encontre a coragem de simplesmente ficar com seu povo no lugar de dor, perplexidade e tristeza, e mantenha a mensagem central do Evangelho de amor.

Ore as palavras de São Paulo:

Todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Pois você não recebeu um espírito de escravidão para cair no medo, mas você recebeu um espírito de adoção. Quando choramos: “Abba! Pai!" é esse mesmo Espírito que testemunha com o nosso espírito que somos filhos de Deus, e se filhos, então herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo - se, de fato, com ele sofremos para que também sejamos glorificados com dele.

Considero que não vale a pena comparar os sofrimentos do tempo presente com a glória que nos vai ser revelada. Pois a criação espera com grande anseio pela revelação dos filhos de Deus.

Quem deve condenar? É Cristo Jesus, que morreu, sim, que ressuscitou, que está à direita de Deus, que de fato intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? Será a adversidade, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?

Não, em todas essas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Pois estou convencido de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os governantes, nem as coisas presentes, nem as coisas que virão, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra coisa em toda a criação, será capaz de nos separar do amor de Deus em Cristo Jesus nosso Senhor.

Romans 8:14-19, 34-35, 37-39

Estarei com todos vocês em oração amanhã, quando vocês se reunirem com suas congregações para adoração.

Com esperança na ressurreição e gratidão por todos vocês-

+ Audrey 9 de julho de 2016


Tags