Bispo de Atlanta reage ao SCOTUS em DOMA e Prop 8

Publicado em Jun 26, 2013

[Comunicado à imprensa da Diocese Episcopal de Atlanta] O líder dos episcopais em Middle e North Georgia hoje aplaudiu as decisões da Suprema Corte dos EUA em dois casos que afetaram a capacidade de casais do mesmo sexo de receber os mesmos benefícios federais que casais heterossexuais casados.

Depois que o tribunal decidiu que partes importantes da proibição constitucional do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Califórnia e a Lei de Defesa do Casamento foram inconstitucionais, o reverendo Robert C. Wright, bispo da Diocese Episcopal de Atlanta, emitiu a seguinte declaração.

“Todo ser humano é feito à imagem de Deus. E Deus nos fez diferentes. Hoje o Supremo Tribunal Federal impulsiona o país no respeito à dignidade de cada ser humano. Jesus nos disse que devemos amar a Deus e ao próximo como amamos a nós mesmos. Com isso decidido, minha oração é que nós, como nação, possamos agora nos concentrar em cuidar de nossos veteranos, apoiar nossos idosos, educação e esperança para nossos pobres. ”

Wright disse que a decisão do tribunal superior no Defense of Marriage Act federal que nega legalmente aos americanos gays casados ​​uma variedade de impostos, saúde e benefícios de pensão disponíveis para casais casados ​​terá um impacto imediato no direito dos casais do mesmo sexo de formarem uniões estáveis.

Após a reunião do Conselho Diocesano Anual de novembro passado, o bispo Wright nomeou uma força-tarefa para conduzir uma série de sessões de escuta sobre a missão da Igreja para e com pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) na Diocese de Atlanta.

O bispo Wright disse que a força-tarefa apresentará um relatório ao Conselho neste outono com recomendações sobre “o escopo e a escala de nossa missão para e com nossos irmãos e irmãs lésbicas, gays, bissexuais e trans”.

O corpo governante nacional da Igreja Episcopal em julho passado aprovou um serviço para as bênçãos das uniões do mesmo sexo a partir de dezembro. O bispo Wright deu a permissão necessária para as congregações e o clero usarem a liturgia.


Tags