Membro do Philadelphia Eleven falará em evento online sobre o próximo documentário

Pelo pessoal da ENS
Postado em maio 8, 2023

[Serviço de Notícias Episcopais] A Rev. Nancy Wittig, uma das 11 mulheres conhecidas como Philadelphia Eleven por suas ordenações que quebraram barreiras em 1974, será uma das convidadas de destaque em um webinar em 9 de maio promovendo um próximo documentário sobre as primeiras sacerdotisas da Igreja Episcopal.

O webinar, hospedado pela Rede Paroquial Episcopal às 3h do leste, também contará com Margo Guernsey, diretora de “The Philadelphia Eleven”, e o reverendo Bowie Snodgrass, reitor da Christ Church em Short Hills, Nova Jersey, que é um dos parceiros financiadores do documentário. O evento gratuito é anunciado como “a primeira conversa pública sobre o filme e os assuntos centrais”.

Em 1974, nenhum cânone proibiu especificamente as mulheres de se tornarem padres na Igreja Episcopal, mas os comitês permanentes diocesanos e os bispos até aquele ponto haviam rejeitado quase uniformemente os pedidos de ordenação de mulheres ao sacerdócio. Apenas um dos Philadelphia Eleven recebeu o apoio de seu comitê permanente, e seus bispos se recusaram a ordená-los.

Em vez disso, três bispos aposentados concordaram em ordenar as 11 mulheres em 29 de julho de 1974, embora fazê-lo sem a aprovação da liderança diocesana possa ser visto como uma violação da lei canônica e da tradição da igreja. Os líderes da igreja debateram a validade das ordenações de mulheres por dois anos, até que a Convenção Geral aprovou uma nova seção dos cânones de ordenação da igreja em setembro de 1976, dizendo que suas disposições “serão igualmente aplicáveis ​​a homens e mulheres”.

Guernsey e a co-produtora Nikki Bramley entrevistaram os seis do Philadelphia Eleven que ainda estão vivos, bem como a Rev. Betty Bone Schiess antes de morrer em 2017 e a Rev. Alison Cheek, que morreu em 2019.

Os cineastas, que lançou um trailer em março, continuam a arrecadar fundos para concluir a mudança a tempo de seu lançamento planejado em 2024, para coincidir com o 50º aniversário do marco da igreja.


Tags