Câmara dos Deputados dá primeira aprovação da fusão Texas e Norte do Texas

Por Melodie Woerman
Postado Jul 10, 2022

Deputados do Texas e do Norte do Texas celebram a noite de 9 de julho depois que a Câmara dos Deputados aprovou a reunião das Dioceses do Texas e do Norte do Texas. A resolução da reunião agora segue para a Câmara dos Bispos. Foto: Scott Gunn

[Episcopal News Service - Baltimore, Maryland] A Igreja Episcopal no Norte do Texas agora está a caminho de ter uma nova identidade como parte da Diocese do Texas.

Em 9 de julho, a Câmara dos Deputados votou unanimemente para aprovar a Resolução D050, colocando em movimento a reunificação do norte do Texas, com sede em Fort Worth, com a Diocese do Texas.

A diocese do norte do Texas, com 14 congregações e menos de 4,000 membros, foi grandemente diminuída em membros por um cisma de 2008, no qual a maioria do clero e líderes leigos da Diocese Episcopal de Fort Worth votou para deixar a Igreja Episcopal devido a divergências sobre o ordenação de mulheres e pessoas LGBTQ+.

A fusão é seguindo um processo conhecido como reunião, uma vez que ambas as dioceses têm raízes na histórica Diocese do Texas. A votação da Câmara dos Deputados segue a ação em junho pelas convenções diocesanas de cada uma das duas dioceses para aprovar o fusão.

A deputada do norte do Texas, Katie Sherrod, falou a favor da resolução, dizendo que desde a divisão de 2008, aqueles que permaneceram fiéis à Igreja Episcopal ficaram com poucos prédios ou clérigos, mas com um “forte senso de libertação” e começaram a se concentrar “não no que temos, mas no que temos para dar.” Ela disse: “Um novo ministério surgiu, quando começamos a apreciar a profunda fome aqui por notícias de um Deus amoroso, libertador e vivificante”, e eles até começaram a crescer. Mas para continuar a oferecer a mensagem do amor de Deus ao que Sherrod chamou de “a área de crescimento mais rápido” nos Estados Unidos, ela disse que o norte do Texas percebeu que precisava de um parceiro e que a reunião com a Diocese do Texas fortaleceria ambas as partes. E eles tinham muito para dar, disse ela, “porque enquanto somos pequenos, somos ferozes”.

A Rev. Christine Faulstich, uma deputada da Diocese do Texas, então se aproximou do microfone e enxugando as lágrimas disse que sua diocese estava animada para fazer parceria com o que ela chamou de “uma diocese visionária e orientada para a missão”. Ela elogiou o povo do norte do Texas por sua “tremenda criatividade, coragem e, acima de tudo, fé, pois perseveraram na pregação do evangelho em circunstâncias extremamente difíceis”. Ela disse que a Diocese do Texas espera trabalhar e orar com eles e plantar novas igrejas juntos.

A deputada Cindy Smith da Diocese de San Joaquin, que foi acompanhada ao microfone por outros membros da delegação de sua diocese, oferece seu apoio à proposta. A própria San Joaquin havia sofrido uma separação em 2007, e Smith disse aos do norte do Texas: “Nós vemos vocês, nós os amamos, os apoiamos e desejamos boa sorte neste próximo passo”.

O Rev. Gay Clark Jennings, presidente da Câmara dos Deputados, então pediu aos deputados a favor da resolução que se apresentassem como capazes, e os membros se levantaram. Sem oposição, Jennings declarou a resolução adotada e pediu aos deputados do norte do Texas e do Texas que viessem à plataforma, onde foram recebidos com aplausos prolongados.

A resolução agora vai para a Câmara dos Bispos para aprovação final.

–Melodie Woerman é membro da equipe de notícias da Convenção Geral da ENS e é ex-diretora de comunicações da Diocese de Kansas.


Tags