O retorno de 'Ashes to Go' para a Quarta-feira de Cinzas destaca as práticas renovadas da Quaresma à medida que o COVID-19 diminui

2 de março de 2022

[Serviço de Notícias Episcopais] No dia 11 de março, o mundo marcará dois anos desde que a pandemia de COVID-19 foi declarada. Mas primeiro, esta semana, há cinzas para impor.

Os episcopais na Quarta-feira de Cinzas estão aproveitando diminuição da contagem de casos, hospitalizações e mortes nos Estados Unidos para começar a renovar algumas práticas quaresmais de antes da pandemia. Uma das práticas mais visíveis é Cinzas para ir, em que membros do clero se postam nas calçadas, nas estações de trem e em outros espaços públicos para impor cinzas aos transeuntes.

Significando mortalidade e arrependimento, as cinzas são um sinal visível para o mundo na Quarta-feira de Cinzas de que um cristão está se preparando para a época da Quaresma.

A seguir, uma seleção de postagens de mídia social mostrando os ministérios Ashes to Go de várias igrejas episcopais.

 

 

 

 


Tags