Escritório de Relações Governamentais descreve as prioridades da igreja para o novo Congresso, administração

Postado em 5 de janeiro de 2021

[Escritório de Relações Governamentais] O Escritório de Relações Governamentais da Igreja Episcopal, com sede em Washington, emitiu a seguinte mensagem em 5 de janeiro sobre as prioridades da política da Igreja para o novo Congresso e a próxima administração de Biden.


No domingo, os membros do 117º Congresso tomaram posse. Este novo Congresso é o mais diverso na história dos EUA em termos de raça e etnia, incluindo um número recorde de Preto e Mulheres indígenas no Congresso. Há mais mulheres no Congresso do que em qualquer outro momento da história, bem como um número recorde da comunidade LGBTQ.

a Casa Branca

Turistas se reúnem em frente à Casa Branca em novembro de 2018. Foto: David Paulsen / Episcopal News Service

Os membros do Congresso têm muito trabalho para eles nos próximos meses. Enquanto Congresso aprovado nas dotações e no projeto de estímulo ao final do ano (que o presidente felizmente assinou), muitos dos benefícios do projeto de estímulo expiram em março. O Congresso precisará lidar com uma gama estonteante de preocupações domésticas e crises internacionais. E os membros de todo o espectro político vão querer agir de acordo com as promessas pelas quais fizeram campanha, que vão desde lidar com a injustiça racial e promulgar reformas na polícia até acabar com a corrupção e trazer de volta empregos.

Um novo Congresso e uma nova administração apresentam à Igreja Episcopal a oportunidade de destacar nossos valores e de falar sobre a maneira como pensamos que nosso país deve ser governado. Os primeiros 100 dias da presidência são importantes (veja um artigo do FiveThirtyEight plítica de privacidade  e o trabalho do cientista político Casey Byrne Knudsen Dominguez plítica de privacidade ), e a nova Administração tem uma agenda ambiciosa. Temos esperança de que nosso governo será capaz de enfrentar o desafio e promulgar legislação significativa que ajude todos os americanos. Continuaremos a nos envolver em áreas onde a Igreja falou, incluindo:

Cuidado de criação: A Igreja Episcopal apóia políticas que protegem os recursos naturais que sustentam toda a vida na Terra. Em reconhecimento de que amar a Deus e ao próximo inclui cuidar da criação de Deus e do meio ambiente onde nosso vizinho vive, o OGR defende políticas que protegem o mundo natural e que promovem um ambiente saudável, limpo e seguro para todos. Nossa defesa inclui a redução das emissões de gases de efeito estufa, uma transição justa da energia de combustíveis fósseis e salvaguardas para proteger a água e o ar limpos.

Reconciliação Racial: OGR desafia políticas há muito estabelecidas que perpetuam o racismo sistêmico e a injustiça e se esforça para mudar a legislação que continua a prejudicar as comunidades negras e indígenas e outras comunidades de cor. A Igreja Episcopal visa trazer uma perspectiva de transformação para as políticas públicas para curar as comunidades que foram mais marginalizadas e discriminadas.

Acabando com a pobreza: O OGR defende políticas que eliminem a pobreza e ajudem as pessoas a viver com dignidade, tanto nos Estados Unidos como internacionalmente. OGR defende programas federais que fornecem assistência ao desenvolvimento e alívio humanitário, incluindo iniciativas de educação e saúde, bem como apoio a programas de rede de segurança social, cuidados para veteranos e outras iniciativas anti-pobreza com foco nos EUA.

Imigração e refugiados: Defendemos uma reforma abrangente da imigração por meio de políticas que respeitem a dignidade e o valor de cada ser humano. OGR trabalha para proteger os direitos humanos e a segurança dos refugiados apoiando o trabalho de reassentamento de refugiados dos Ministérios de Migração Episcopal e defendendo políticas robustas de reassentamento de refugiados.

Direitos humanos e construção da paz: A Igreja apóia a legislação e as políticas que protegem os direitos humanos e previnem atrocidades, promovem a justiça de gênero e constroem a paz. OGR faz parceria com dioceses episcopais não americanas e províncias em toda a Comunhão Anglicana para trabalhar em prol da justiça.

Também promoveremos uma resposta ambiciosa à pandemia COVID-19, incluindo a aceleração da vacinação para os mais vulneráveis ​​e ajudando a encorajar o público em geral a tomar a vacina seguindo a orientação de especialistas em saúde pública. Agradecemos seu compromisso com a defesa de políticas públicas e esperamos nossa parceria no próximo ano!

Com os melhores votos neste Natal e Ano Novo,

O Escritório de Relações Governamentais (OGR)


Tags