Conselho Executivo: Discurso de abertura do Bispo Presidente

Postado em outubro 9, 2020

[9 de outubro de 2020] O que se segue é uma transcrição das observações iniciais do Bispo Presidente Michael Curry no Conselho Executivo da Igreja Episcopal, atualmente reunido virtualmente até 12 de outubro.
Conselho executivo
9 de outubro de 2020
Discurso de Abertura

Nos Estados Unidos, estamos no meio de uma temporada eleitoral. Uma época de tensões aumentadas. Uma época em que nosso passado, de várias maneiras, está assombrando a realidade de nosso presente. Quer se trate de raça e racismo, quer se trate da polarização que muitas vezes tem raízes em divisões que fazem parte da sociedade americana há muito tempo, não se trata apenas de raça, mas de classe e quem está dentro e quem está fora, e quem sente abandonado.

O primeiro capítulo do Evangelho de João, a vinda de Jesus de Nazaré a este mundo, seus ensinamentos, seu modo de vida, seu caminho de amor são retratados poeticamente nestas palavras:
Nele estava a vida, e a vida era a luz de todas as pessoas.
Esta luz brilha na escuridão,
e as trevas não o venceram. (João 1: 4-5)

Essa luz brilha nas trevas e as trevas não conseguiram, não podem e não vão superá-la.

O Evangelho de Mateus pega o mesmo testemunho no Sermão da Montanha, Mateus 5, 6 e 7, que em certa época da história da igreja serviu de catecismo para o que significava seguir Jesus. E naquele Sermão da Montanha, que começa com as Bem-aventuranças: bem-aventurados os pobres de espírito e bem-aventurados os pobres, bem-aventurados os misericordiosos, bem-aventurados os compassivos, bem-aventurados os pacificadores, bem-aventurados os que têm fome e sede que A justiça de Deus, a justiça de Deus pode prevalecer em toda a Terra. Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você. Ame seus inimigos. Abençoe aqueles que o amaldiçoam.

No contexto desses ensinamentos, Mateus registra os ensinamentos de Jesus de Nazaré, Jesus falando deste caminho de amor e aqueles que ousariam segui-lo em vivê-los:

Você é a luz do mundo. Uma cidade [que é] construída sobre uma colina não pode ser escondida. Ninguém, depois de acender uma candeia, a põe debaixo do alqueire [cesto], mas no velador [para que dê] luz [a toda a casa]. Da mesma forma, deixe sua luz brilhar diante dos outros, para que vejam suas boas obras e glorifiquem seu pai no céu. (Matthew 5: 14-16)

Devemos neste momento, talvez nesta hora de escurecimento, agora é a hora de deixar sua luz brilhar. Momentos de escuridão não são o momento de esconder a luz sob um alqueire, mas quando é escuridão, é precisamente o momento em que a luz deve brilhar mais forte.

Seja o momento do assassinato de George Floyd ou Breonna Taylor, ou o momento da tentativa de assassinato de dois policiais na Califórnia, ou ainda ontem o momento de uma conspiração para sequestrar e matar o governador de Michigan. Meu Deus, perdemos a cabeça?

Quando está escuro, quando está mais escuro e parece que tudo enlouqueceu, é quando as palavras de Auden “parece que o centro não está aguentando”, esse é precisamente o momento em que a luz deve brilhar. Mas é salutar lembrar a sábia advertência do Dr. King, que as trevas não podem expulsar as trevas, apenas a luz pode fazer isso. Assim como o ódio não pode expulsar o ódio, apenas o amor, apenas o amor pode fazer isso.

Agora não é o momento, minha querida, minha querida Igreja Episcopal. Eu sei que somos filhos tímidos de Deus. Isso é quem somos, tudo bem. Posso não ser tão tímido, mas isso faz parte do nosso carisma. E está tudo bem. Nós somos assim. Mas agora não é a hora de esconder essa luz debaixo do alqueire, agora é a hora de erguer essa luz, essa luz do caminho do amor é a luz que recebemos de Jesus, e deixe-a brilhar mesmo, e apesar de, tudo o que pode acontecer ao nosso redor.

Agora é o momento em que o Advento de Thomas Cranmer coleta, parece verdadeiro

Deus Todo-Poderoso, dê-nos a graça de rejeitar as obras das trevas e vestir o
armadura de luz.

Agora, agora no tempo desta vida mortal, em que seu filho Jesus Cristo veio nos visitar com grande humildade, a Igreja Episcopal, por favor, deixe esta luz brilhar.

Mas tenho que te dizer uma coisa, estou vendo. Assim como Anne Kitch estava falando sobre aquela luz naquela folha, existem fragmentos, existem raios de luz ao redor. Existe luz. Não se deixe enganar pelas trevas. É real, mas não é definitivo. Existe luz. Estou vendo isso em nossas igrejas. Estou vendo pessoas fazendo todo tipo de coisa que, quer pensem assim ou não, deixam essa luz brilhar. Eles estão organizando redes de oração, fazendo coisas no Zoom em torno desta eleição e nesta época. Coisas estão acontecendo em toda a igreja. Basta ler, acessar o Facebook e ignorar o que os trolls colocaram lá, apenas olhar o que as igrejas episcopais e as pessoas estão fazendo.

Há luz, mas não é apenas nossas igrejas, estou vendo isso ecumenicamente. E não é apenas gente cristã. Estou vendo gente de boa vontade de todas as religiões, e de todos os tipos, pessoas de decência humana que dizem: “Não podemos continuar assim”. Há luz por toda parte, não deixe a escuridão enganá-lo fazendo-o pensar que é mais poderoso do que é. Não é.

Oh, Anne estava certa porque ela disse: “Oh, eu amo aquela passagem em Pedro, 'Oh, o diabo ronda como um leão que ruge procurando alguém para devorar.'” Bem, nós queremos que o diabo tenha fome, porque ele não vai para encontrar alguém para devorar, porque há luz suficiente ao redor. Não estamos cedendo às mentiras, ao mal, ao mal, à injustiça, ao preconceito e à violência; mas não expulsaremos as trevas com mais trevas. Só a luz pode fazer isso. E há luz ao redor.

Deixe-me sugerir algumas maneiras pelas quais podemos deixar essa luz brilhar mesmo nesta época de escuridão.

De 2 de outubro [7] a 4 de novembro, que abrange o dia das eleições, a Forward Movement Publications e nosso Escritório de Relações Governamentais estão organizando um temporada de oração, uma novena, que é um período de nove dias de oração intencional por uma intenção específica, um tempo de oração por uma eleição.

Se você for ao site do Forward Movement, você encontrará recursos lá, uma oração para cada dia, de 27 de outubro a 4 de novembroth. Essas orações também serão postadas no Facebook, Twitter, Instagram. Você pode se inscrever se quiser recebê-los em seu e-mail.

Não subestime o poder da oração.

No dia 1º de novembro, haverá um serviço nacional de oração em nosso Catedral Nacional de Washington. Será um serviço ecumênico e inter-religioso. Será uma oportunidade de reunir as orações e as esperanças de pessoas em todo o país e de pessoas ao redor do mundo: 1º de novembro. E então, de 1º de novembro a 5 de novembro, haverá uma linha direta de oração, um projeto conjunto com Tente Tank no Seminário Teológico da Virgínia, Seminário Teológico Geral e membros de nossa equipe trabalhando juntos para criar esta linha direta de oração.

Duzentos voluntários, ambos falantes de inglês e espanhol, foram avaliados e treinados para atender a linha direta. Oh, podemos deixar esta luz brilhar nas congregações por toda esta igreja, nas dioceses por toda esta igreja. Precisamos orar, orar, orar, orar; orando como a mulher daquela parábola, deixando o Senhor louco. Ore, apenas importune o Senhor, diga a ele que eu disse isso, porque a oração é importante. E faz alguma coisa.

Além disso, já existem esforços em andamento para apoiar o clero e os líderes leigos que oferecem presença pastoral em diversos contextos. Um webinar para clérigos e líderes leigos que desejam ser uma presença pastoral nas urnas, já que as pessoas estão votando, não para ser uma presença partidária, mas uma presença pastoral está planejada; detalhes serão anunciados em breve.

Também estão disponíveis webinars de treinamento com foco no treinamento de líderes episcopais para serem uma presença pacífica e orante em meio a ações diretas e protestos. A Equipe de Reconciliação e Justiça que trabalha com os Ministérios Étnicos ofereceu seu primeiro treinamento no início desta semana; outros estão programados para as próximas semanas.

No site do Escritório de Relações Governamentais, você encontrará recursos relacionados a engajamento cívico, Kit de ferramentas de participação eleitoral do Vote Fielmente, uma série eleitoral Sermons That Work de inserções de boletim, De Pew para a Praça Pública recurso que oferece orientação sobre discernimento moral e tomada de decisão para mudanças sociais e comunitárias, bem como uma chamada para recrutamento de trabalhadores de sondagem.

Nesta eleição, há uma preocupação significativa com a falta de funcionários eleitorais devido ao alto risco de COVID-19 e ao histórico de funcionários eleitorais predominantemente de pessoas mais velhas que estão em maior risco. Estamos encorajando aqueles em categorias de risco mais baixas a considerarem se tornar um funcionário da votação.

Sei que o clero e outros estão lutando para saber o que dizer e como dizer nestes tempos divididos. Quero chamar sua atenção para três recursos:

Do nosso Escritório de Relações Governamentais, Faça de mim um instrumento de paz: um guia para o discurso civil. Este guia e currículo interativo de cinco sessões oferece esperança de que, usando a ferramenta do discurso civil, possamos encontrar novas maneiras de amar o nosso próximo. Nós precisamos disso. Se você não acredita em mim, você viu o primeiro debate presidencial? Precisamos desse recurso.

O bispo Mark Beckwith e vários outros episcopais estiveram muito envolvidos na Iniciativa dos anjos mais corajosos, no programa chamado Com Malícia em Direção a Nenhum. É projetado para reunir pessoas, vermelhas e azuis, pessoas que discordam, para compartilhar nossa humanidade comum, para encontrar maneiras de conversar e viver juntos, de ajoelhar-se um diante do outro e de estar com nossas integridades, e ainda assim ajoelhar-se como companheiros filhos de Deus.

E finalmente, o Diocese de Indianápolis pode ter nos dado algo que todos nós podemos fazer, é chamado Ilumine, ore, vote. É muito simples, o que você vê na tela é o logotipo que eles criaram, e está em seu site, a Diocese de Indianápolis, a Bispa Jennifer Baskerville-Burrows e sua equipe, eles acabaram de fazer algo realmente ... eles nos deram um presente. Vá no site deles, e vá porque hoje, o que você vê na tela já está lá. Mas na segunda-feira, eles terão um que você pode baixar e personalizar para sua paróquia ou diocese, ou qualquer outra coisa. É algo que todos nós podemos fazer e não é complicado. Não é complexo, mas importa, acenda, ore e vote.

Então, por que não acender uma vela? Sejam velas elétricas ou verdadeiras em nossas janelas no Natal, por que não acender uma vela? Está na nossa tradição acender velas, está na tradição do Hanukkah acender velas. Então, por que não, neste tempo de eleição, acender uma vela enquanto está escuro e jogar fora a escuridão? Acenda, ore e vote. A luz importa, é real.

Penso muitas vezes em meus ancestrais escravos para quem as trevas eram um estilo de vida. Imagine. Não consigo nem imaginar ser levada e separada de meus filhos e de minha família. Quer dizer, sendo tirado de todos que fizeram Michael, Michael. Não consigo me imaginar sendo transportada para um lugar que nunca conheci, embalada em porões de navios com outras pessoas, também cativas, que falavam línguas diferentes; não podíamos nem nos entender.

Não consigo me imaginar sendo levada para novas terras e me sentindo como uma criança sem mãe, muito, muito longe de casa. Isso parece tão escuro quanto pode ser. No entanto, aqueles que foram feitos cativos são aqueles que nos ensinaram a cantar: "Esta pequena luz minha, vou deixá-la brilhar." E se eles puderam fazer isso, nós também podemos.

(Cantando.)

Esta minha luz, vou deixar brilhar
Esta minha luz, vou deixar brilhar
Esta minha luz, vou deixar brilhar
Deixe brilhar, deixe brilhar, deixe brilhar

Deus te ama. Deus te abençoê. Amém.

Conselho Ejecutivo da Iglesia Episcopal: palavras de abertura do Obispo Primado

[10 de outubro de 2020] O texto que sigue es una transcripción de las palabras de apertura del obispo primado Michael Curry na reunión atual del Consejo Ejecutivo de la Iglesia Episcopal que se sesiona virtualmente hasta el 12 de octubre.
Conselho executivo
9 outubro 2020
Palavras de abertura

En Estados Unidos estamos en medio de una temporada eleitoral. Una época de intensas tensiones. Uma época na qual novo pasado, de diversas formas, acecha a realidade de nosso presente. Ya se trata de raza y de racismo, ya se trata de la polarización que con frecuencia tiene sus raíces en divisiones que han sido parte da sociedad estadounidense durante mucho tiempo, não se trata de sólo de raza, sino de clase y de quién y quién está fuera, y de quién se siente excluido.

A cartilha capítulo del evangelio de Juan, a venida de Jesús de Nazaret a este mundo, sus enseñanzas, su forma de vida, su manera de amar, se representa poéticamente con estas palabras:
“En ele estabeleceu a vida, e a vida era a luz da humanidade.
Esa luz brilha nas tinieblas,
y las tinieblas no han podido extinguirla. (Juan 1: 4-5)

Esa luz brilla en las tinieblas y las tinieblas no pudieron, no pueden e no podrán extinguirla.

O evangelho de Mateo reconhece o mismo testemunho no Sermón del Monte, Mateo 5, 6 e 7, que em um momento da história de la Iglesia sirvió como o catecismo de lo que significaba seguir a Jesús. Y en ese Sermón del Monte, que comienza con las bienaventuranzas: bienaventurados los pobres en espíritu, y bienaventurados los pobres, bienaventurados los misericordiosos, bienaventurados los misericordiosos, bienaventurados los compasivos, bienaventurados los pacificadores, bienaventurados los que tienen hambre de la justicia [ de que] la justicia de Dios pueda prevalecer en toda la tierra. Hagan con los demás como quieran que los demás hagan con ustedes. Amen a sus enemigos. Bendigan a los que les maldicen.

No contexto de esas enseñanzas, Mateo registra las enseñanzas de Jesús de Nazaret, Jesús explicando esta manera de amar y —para aquellos que se atreverían a seguirlo— de vivir:

Você filho la luz que alumbra al mundo. Una ciudad que está em um monte no se puede esconder. Ni se enciende una lámpara para ponerla debajo de um cesto, sino sobre o candelero para que ilumine a todos en la casa. Assim como o mismo, ustedes deben ser luz para los demás de tal manera que todos puedan ver sus buenas obras y adoren a su Padre que está en los cielos. (Mateo 5: 14-16)

Debemos neste momento, esta vez nesta hora de oscilação, agora é o momento de que dejen brillar su luz. Los momentos de oscuridad no son el momento de esconder a luz debajo de um cesto, más bien, cuando o momento es de oscuridad, ahí es precisamente cuando más debe brillar la luz.

Ya sea o momento do asesinato de George Floyd ou de Breonna Taylor, o no momento do intento de asesinato dos agentes da ley na Califórnia o, ayer mismo, o momento de um complot para secuestrar y matar a la gobernadora de Michigan. Dios mío, ¿hemos perdido la cabeza?

Cuando se está no meio de la oscuridad, cuando está más oscuro y parece que todos se han vuelto locos, cuando, en palabras de Auden, «parece que el centro no se sostiene», ese es precisamente el momento en que la luz debe brillar . Pero é saludable recordar la sabia admonición del Dr. King, de que la oscuridad no puede expulsar la oscuridad, sólo la luz puede hacerlo. Así como el odio no puede expulsar al odio, sólo el amor, sólo el amor puede hacerlo.

Ahora no es el momento, mi querida, mi amada Iglesia Episcopal. Sé que somos los niños tímidos de Dios. Eso es lo que somos, está bien. Puede que yo no sea tan tímido, pero eso es parte de nuestro carisma. Y eso está bien. Eso es lo que somos. Pero ahora no momento de esconder esta luz debajo del cesto, ahora es el momento de alzar esta luz, esta luz do caminho do amor es la luz que hemos recibido de Jesús, y dejar que brille incluso ya pesar de todo lo que pueda suceder a nuestro alrededor.

Aqui está o momento na coleta de Adviento de Thomas Cranmer resuena con verdad:

Todos os danos, danos gracia para despojarnos de las obras de las tinieblas y revestirnos con las armas de la luz.

Ahora, ahora no tempo desta vida mortal, no que vuestro hijo Jesucristo vino a visitarnos con gran humildad, Iglesia Episcopal, por favor, deja brillar la luz.

Pero tengo que decirles algo, lo estoy viendo. Justo cuando Anne Kitch hablaba de esa luz en esa hoja, feno fragmentos, hay rayos de luz alrededor. Hay luz. No se dejen engañar por la oscuridad. Es real, pero não definitiva. Hay luz. La estoy viendo en nuestras iglesias. Veja uma personas haciendo todo tipo de cosas que, ya sea que pensaran ou no de esta manera, dejan que brille esta luz. Están organizando redes de oración, haciendo cosas en Zoom en torno a estas elecciones ya este momento. Están ocurriendo cosas em toda a Iglesia. No tienen más que leer, no tienen más que ingresar no Facebook e ignorar lo que los perturbadores han puesto allí, sólo miren lo que las iglesias y los episcopales están haciendo.

Hay luz, pero no son sólo nuestras iglesias, la veo ecuménicamente. Y não se trata sólo de los cristianos. Veo a personas de buena voluntad de todas as religiões e de todas as tendências e tipos, personas com decoração que dicen: «Não podemos seguir así». Hay luz por todas partes, não dejen que a oscuridad les engañe haciéndoles pensar que é mais poderoso de lo que es. Sem lo es.

Oh, Anne tenía razón porque dijo: «Me encanta ese pasaje de Pedro,“ el diablo merodea como león rugiente buscando a quien devorar ”». Bem, queremos que o diablo se quede hambriento, porque no va a encontrar a nadie a quien devorar, porque hay suficiente luz alrededor. No nos rendimos a la mentira, al mal, al error, a la injusticia, al fanatismo ya la violencia; pero no echaremos fuera las tinieblas con más tinieblas. Sólo la luz puede hacer eso. Y hay luz alrededor.

Permita sugerir um par de formas em que podemos dejar que esa luz brilha incluso neste momento de oscilação.

Del 27 de octubre hasta el 4 de noviembre, que comprende o dia de las elecciones, las publicaciones del Movimiento Adelante [Movimento para frente] y nuestra Oficina de Relaciones Gubernamentales está organizando un ciclo de oração, una novena, que es un período de nueve días de oración consciente por una intención específica, un ciclo de oración by unas elecciones.

Visite o site web de Movimento para frente, encontrarn materiales, una oración para cada día, del 27 de octubre al 4 de noviembre. Estas oraciones también se publicarão no Facebook, Twitter e Instagram. Pueden inscribirse si quieren recibirlas en su correo eletrônico.

Não subestime o poder da oração.

El 1 de novembro, habrá un oficio nacional de oración en nuestra Catedral Nacional de Washington. Será un oficio ecuménico e interreligioso. Será uma oportunidade para reunir as orações e as esperanças das pessoas deste país e de todo o mundo: 1 de novembro. Y luego, from el 1 hasta el 5 de noviembre, habrá una línea directa de oración, un proyecto conjunto con Tente Tank no Seminário Teológico de Virgínia, no Seminário Teológico Geral e com miembros de nuestro pessoal que trabajarán juntos para criar esta linha directa de oração.

Doscientos voluntarios, tanto de habla inglesa como española, han sido examinados y capacitados para el personal de la línea directa. Podemos dejar que esta luz brille em todas as congregações desta Iglesia, em todas as diócesis desta Iglesia. Necesitamos orar, orar, orar, orar; orando como la mujer de esa parábola, volviendo loco al Señor. Oren, importunen al Señor, disse que yo se los dije, porque la oración é importante. Y tiene resultados.

Además, ya se están llevando a cabo esfuerzos para apoyar al clero ya los líderes laicos que brindan presencia pastoral en una variaad de contextos. Un seminario en línea [webinar] para o clero e os líderes laicos que deseen ser una presencia pastoral em las urnas, mientras la gente vota, no para ser una presencia partidista, sino que se planea como una presencia pastoral; los detalles se anunciarán pronto.

También se encuentran disponibles seminários web de capacitación centrados prepare en a los líderes episcopales para que sean una presencia pacífica y devota en medio de la acción directa y las protestas. El Equipo de Reconciliación y Justicia que colabora con los Ministerios Étnicos ofreció su primer taller de capacitación a principios de esta semana; otros están programados para as próximas semanas.

En el sitio web de la Oficina de Relaciones Gubernamentales, encontrarn materiais relacionados con la participación ciudadana [engajamento cívico] [sólo disponibles en inglés], el conjunto de úteis para participar fielmente no processo eleitoral, uma série de inserções sobre la participación eleitoral pt Sermões que iluminam, Dos bancos da igreja na praça pública [De Pew para a Praça Pública] [sólo disponible en portugués] un material que ofrece orientação sobre discernimento moral y toma de decisiones para el cambio social y comunitario, así como un llamado a la captación de trabajadores eleitorais.

En estas elecciones, existe uma grande preocupação por la falta de trabalhadores [en los colegios] eleitorais, debido al alto riesgo del COVID-19 e al antecedente de que los trabajadores eleitorais, que en su mayoría filho personas mayores, corren un mayor riesgo. Alentamos a los que se encuentran en categorías de menor riesgo a que contemplen [la posibilidad de] convertirse en trabajadores electorales.

Sé que el clero y otras personas están debatiéndose respecto a qué decir y cómo decirlo en estos tiempos de división. Quiero llamar su atención sobre três recursos:

De la Oficina de Relações Governamentais, Hazme un instrumento de paz: uma guia para o discurso cívico [Faça de mim um instrumento de paz: um guia para o discurso civil] [sólo disponible em inglês]. Este currículo e guias interativos de cinco sessões ofrece la esperanza de that, al utilizando la herramienta del discurso cívico, podamos encontrar nuevas formas de amar a nuestro prójimo. Necesitamos esto. Si no me creen, ¿vieron el primer debate presidencial? Necesitamos este recurso.

El obispo Mark Beckwith, y cierto número de otros episcopales, han estado participando ativamente na iniciativa de Bravos anjos, no programa llamado Com malicia hacia nadie[Com Malícia em Direção a Nenhum] [sólo disponible en inglês]. Está concebido para unir a las personas, lo mismo de filiación roja que azul, personas que discrepan, para compartir nuestra humanidad común, para encontrar formas de hablar y vivir juntos, para arrodillarse uno frente al otro y para defender nuestras integridades y, sem embargo , arrodillarnos como fraternos hijos de Dios.

E finalmente, la Diócesis de Indianápolis puede habernos dado a todos algo que todos podemos hacer, se llama Alumbra, agora, vota [Ilumine, ore, vote] [sólo disponible en inglês]. Es muy sencillo, lo que ven en la pantalla [sólo disponible en inglés] é o logo que han creado, y está en su sitio web, la Diócesis de Indianápolis, la obispa Jennifer Baskerville-Burrows e su equipo acaban de hacer algo realmente… nos han dado a todos un regalo. Vayan a su sitio web y vayan porque hoy, lo que ve en la pantalla ya está allí. Pero el lunes, tendrán uno que puede descargar y personalizar para su parroquia o su diócesis, o lo que sea. Es algo que todos podemos hacer y no es complicado. No es complejo, pero importa, alumbra, ora y vota.

Entonces, ¿por qué no encender una vela, ya sean velas eléctricas o reales, en nuestras ventanas en Navidad? ¿Por qué no encender una vela? Está en nuestra tradición encender velas, está na tradição de la Janucá encender velas. Entonces, ¿por qué no en este tiempo de elecciones encender una vela mientras está oscuro y desechar la oscuridad? Amizade y ora y vota. La luz importa, é real.

Pienso a menudo en mis antepasados ​​esclavos para quienes la oscuridad era una forma de vida. Imagínense. Ni siquiera puedo imaginarme que me lleven y me separen de mis hijos y de mi familia. Quiero decir, ser arrancado de todos los that hicieron a Michael, Michael. No puedo imaginarme que me lleven a un lugar que nunca conocí, hacinado en bodegas de barcos junto con otras personas, también cautivas, que hablaban diferentes idiomas; sin que pudiéramos ni siquiera entendernos.

No puedo imaginarme que me lleven a nuevas tierras y sentirme como un niño huérfano lejos de casa. Eso se percebe como lo más escuro que pueda haber. Y, sin embargo, los que fueron cautivos de este modo son los que nos enseñaron a cantar: «Esta lucecita mía, voy a dejar que brille». Y si ellos pudieron hacerlo, nosotros podemos hacerlo.

(Cantando)

Esta luz minha, voy a dejar que brille
Esta luz minha, voy a dejar que brille
Esta luz minha, voy a dejar que brille
Déjala brilhante, déjala brilhante, déjala brilhante

Dios les ama. Dios les bendiga. Amém.


Tags