Primata da Melanésia chama a violência sexual contra crianças de 'um crime contra a humanidade'

27 de março de 2018

[Serviço de Notícias da Comunhão Anglicana] O arcebispo George Takeli, primaz da Igreja Anglicana da Melanésia, se manifestou após uma série de casos de violência sexual contra meninas nas Ilhas Salomão. O arcebispo emitiu uma declaração em seu papel como presidente da Associação Cristã ecumênica das Ilhas Salomão.

“Condenamos veementemente os atos de violência em todas as formas e declaramos que a violência sexual contra nossas crianças e meninas é um pecado por sua dolorosa exploração desonesta e um crime contra a humanidade”, disse ele.

Leia a artigo completo aqui.


Tags