O arcebispo condena assassinatos de crianças por 'bruxaria' como 'abuso infantil em sua pior forma'

Postado 13 de fevereiro de 2018

[Serviço de Notícias da Comunhão Anglicana] O primaz da Igreja Anglicana de Papua Nova Guiné, o arcebispo Allan Migi, se manifestou contra o crescente número de supostas bruxas e feiticeiros que estão sendo mortos. Ele disse que o recente assassinato de uma criança suspeita de ser uma bruxa era "fortemente contra o caminho de Cristo", descrevendo-o como "abuso infantil em sua pior forma". Ele disse: “Apelamos veementemente ao fim de tais práticas.”

Leia a artigo inteiro aqui.


Tags