Podcast: Jovens episcopais se preparam para levar a mensagem do 'Caminho para a Paz' para casa

EYE17 dia 3 cobertura

Produzido por Miranda Shafer
Postado Jul 13, 2017

Os jovens episcopais se reuniram para a sessão plenária de 13 de julho. Foto: Lynette Wilson / Serviço de Notícias Episcopal

[Episcopal News Service - Edmond, Oklahoma] Na véspera de sua partida de Oklahoma, 1,300 jovens de toda a Igreja Episcopal começaram a traçar estratégias sobre como levarão a mensagem “Caminho para a Paz” para casa.

Ouça:


Tags


Comentários (8)

  1. Pjcabidade diz:

    Paz? Definição neste contexto? Neville Chamberlain foi um “pacificador” e seus esforços levaram ao Acordo de Munique, que por sua vez levou a uma guerra mundial. Nossa juventude não precisa de mais doutrinação marxista e esquerdista egoísta.

    1. João Colon diz:

      Não sou um chamado "marxista de esquerda". Eu sou um cristão e me esforço para ser um pacificador, pois acredito que nosso Criador nos chama para o amor e o amor é mais criativa e poderosamente demonstrado e tornado real no caminho da paz.

      1. Margarida Fletcher diz:

        “Se você quer paz, trabalhe pela justiça” é a melhor diretriz que existe.

    2. Lynda Deal Williams diz:

      Este belo evento não foi uma doutrinação liberal marxista. Muitas pessoas perderam ou ignoraram as palavras de Cristo. Eu me sinto muito triste por eles. Segui o EYE17 e fiquei muito feliz em saber que nosso espírito cristão continuará. Paz e bênçãos sejam.

  2. Ana Smith diz:

    Os ensinamentos do Bispo Tutu sobre Verdade e Reconciliação e seu Livro da Alegria com o Dalai Lama, a amizade de dois líderes espirituais e o profundo respeito mútuo pelas religiões trazem uma paz duradoura.

  3. Existem cópias de texto dessas reportagens. Acho os podcasts difíceis.

  4. Stephen Shafer diz:

    Cheio de esperança, amor e determinação. Temos que esperar quatro anos pelo próximo?

  5. Reverendo Stephen Holton diz:

    Excelente. Só chegaremos à paz se as pessoas souberem liderar - e evitar as respostas fáceis que defendem a direita ou a esquerda; mas, na verdade, vá lá e faça isso por conta própria em um mundo difícil.

Comentários estão fechados.