Canadá: Fé, adoração e ministério apresenta três novos relatórios

Por Leigh Anne Williams
Postado Jul 8, 2013
Louise Peters, membro do comitê de fé, adoração e ministério, derrama óleo enquanto discute o trabalho em novas liturgias batismais. Foto: Art Babych

Louise Peters, membro do comitê de fé, adoração e ministério, derrama óleo enquanto discute o trabalho em novas liturgias batismais. Foto: Art Babych

[Jornal Anglicano] O comitê de fé, adoração e ministério deu aos membros do Sínodo Geral uma visão geral de seu trabalho no último triênio, e três resoluções relacionadas ao seu trabalho foram aprovadas.

“O papel da fé, da adoração e do ministério é ajudar os anglicanos canadenses a viver nossa fé com reflexão, oração e compromisso”, disse o presidente do comitê, Canon Andrew Asbil, que comparou seu trabalho ao tecido conjuntivo do corpo.

Bruce Myers, o coordenador da Igreja para as relações ecumênicas, destacou um projeto conjunto de educação cristã com a Igreja Católica Romana no Canadá e o diálogo com a Igreja Unida do Canadá sobre novos modelos de unidade para os quais as duas igrejas podem ser chamadas.

A bispo Linda Nicholls disse que neste triênio o subgrupo de ética do comitê trabalhou no desenvolvimento de políticas sobre abuso, violência sexual e triagem para o ministério.

O cônego Eric Beresford falou sobre os avanços que foram feitos na construção de relacionamentos e confiança entre os bispos africanos e norte-americanos em uma série de diálogos com o objetivo de ajudar a curar as divisões na Comunhão Anglicana.

Uma força-tarefa litúrgica tem trabalhado para revisar os textos comuns e reunir novas liturgias e recursos. Por exemplo, disse Louise Peters, a força-tarefa tem identificado as necessidades litúrgicas em torno do batismo, como a necessidade de um rito apropriado para uma família inter-religiosa ou quando um dos pais não é cristão.

Os membros do Sínodo Geral aprovaram três moções do comitê FWM:

  • Resolução A140, que pediu ao Sínodo Geral para receber o Relatório Final da Comissão Primaz de Educação Teológica e Formação para o Ministério Presbiteral e adotar Competências de Educação Teológica para Ordenação ao Sacerdócio na Igreja Anglicana do Canadá.
  • Resolução A141, que pediu ao Sínodo Geral para receber o Relatório de Jerusalém sobre diaconia (o ministério do serviço) da Comissão Internacional Anglicano-Luterana e encaminhá-la à Comissão Conjunta Anglicano-Luterana para coordenar o estudo e a resposta. (O relatório também foi apresentado às igrejas da Comunhão Anglicana e da Federação Luterana Mundial).
  • Resolução A142, que pediu ao Sínodo Geral para receber A Igreja: em direção a uma visão comum (produzido pela Comissão de Fé e Ordem, Conselho Mundial de Igrejas) e recomendá-lo para estudo à Igreja Anglicana do Canadá.

Tags