Presidente da Câmara dos Deputados sobre DOMA, decisões da Proposta 8

Publicado em Jun 26, 2013

[Comunicado à imprensa do Escritório de Relações Públicas da Igreja Episcopal]  O Rev. Gay Clark Jennings, presidente da Câmara dos Deputados da Igreja Episcopal, emitiu esta declaração em resposta às decisões da Suprema Corte dos Estados Unidos de que a Lei de Defesa do Casamento é inconstitucional e que o casamento entre pessoas do mesmo sexo pode ser retomado na Califórnia:

“Eu me uno a milhões de cristãos em todo o país na celebração das decisões da Suprema Corte de hoje que estendem a proteção igual sob a lei federal a todos os casamentos e permitem que a igualdade no casamento seja retomada na Califórnia. Estamos nos aproximando cada vez mais das leis civis que reconhecem a dignidade dada por Deus e a igualdade de nossos irmãos e irmãs lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

“As decisões de hoje permitirão que mais pessoas de todas as religiões vejam o que nós, na Igreja Episcopal, temos visto por décadas: casais do mesmo sexo e suas famílias são evidências da bondade da criação de Deus. Eles abençoam nossas congregações e comunidades incomensuravelmente, e todos nós aprendemos com seu amor inabalável uns pelos outros e a evidência da bondade de Deus que eles nos mostram.

“Ainda não terminamos. Não terminaremos até que as leis de todo o país e de toda a igreja de Deus reconheçam a dignidade de cada ser humano e a igualdade de todos os casais fiéis. Hoje, porém, estamos mais próximos da justiça que Deus nos chama a buscar ”.


Tags


Comentários (5)

  1. Janet Chisholm diz:

    Obrigado por sua voz e liderança neste importante direito humano!

  2. Donna Mae Siderius diz:

    Obrigado, Gay, por sua liderança incrível e contínua.

  3. Joseph F Foster diz:

    A liderança e muitos seguidores da denominação antes conhecida como Igreja Episcopal Protestante nos Estados Unidos da América escolheram o caminho da maldade, maldade e perversão.

  4. Richard Bidwell diz:

    Obrigado por sua liderança e obrigado por suas palavras de inclusão. Estas palavras de Romanos foram lidas na missa desta manhã. "Portanto, não vamos mais julgar uns aos outros, mas decidamos, em vez disso, nunca colocar uma pedra de tropeço ou obstáculo no caminho de outro."

  5. Terra da Urze diz:

    Quando nossos irmãos e irmãs se apresentarem para pedir uma cerimônia de casamento em sua igreja, como iremos respondê-los? Eles vão se casar com um JP, e depois virão às suas igrejas para receber uma bênção
    Avancemos rapidamente para uma versão revisada da cerimônia de casamento para que todos sejam incluídos.

Comentários estão fechados.