Membros do Occupy Faith anunciam uma nova peregrinação a Canterbury

Por Jo Siedlecka
Postado em maio 9, 2012

[Ecumenical News International, Londres] Um grupo de líderes religiosos anunciou em 8 de maio na Catedral de São Paulo, em Londres, que uma nova peregrinação a Canterbury está planejada para este verão para protestar contra os sistemas econômicos injustos no século 21.

O grupo, chamado Occupy Faith, se reuniu em St. Paul's com a permissão das autoridades da catedral, em contraste com o confronto de quatro meses entre clérigos e manifestantes do lado de fora da catedral. A peregrinação de 62 milhas do Occupy Faith começará em St. Paul's em 7 de junho e terminará em 20 de junho na Catedral de Canterbury, local do assassinato do arcebispo Thomas Becket em 1170 e um local de peregrinação desde então.

Membros das igrejas Anglicana, Católica, Reforma Unida, Quaker e Metodista caminharão ao lado de membros das religiões judaica, muçulmana, sikh e budista. Os peregrinos vão ficar em igrejas ou acampar em terreno aberto, disse o Occupy Faith.

O reverendo Paul Nicholson, presidente do Zacchaeus 2000 Trust, uma campanha de caridade ecumênica contra a pobreza no Reino Unido, disse: “Qualquer barão da droga colombiano pode colocar dinheiro lavado em propriedade de Londres enquanto os londrinos são espremidos para fora de suas casas devido à incerteza, dívidas e quem sabe onde. Queremos que isso pare. ”

Varinder Singh, da Sikh Turban Campaign, comentou: “As pessoas de fé sempre desempenharam um papel vital em trazer mudanças sociais - seja fazendo campanha para acabar com a escravidão ou o apartheid - ou ajudando os pobres e doentes. Acreditamos que os grupos religiosos são uma força progressiva de mudança e são fundamentais para destacar as desigualdades econômicas e sociais que existem hoje. Esperamos que todas as comunidades apoiem esta iniciativa. ”

O Rev. Kevin Snyman da Igreja Reformada Unida em Gales disse que sentiu que também havia uma forte dimensão espiritual na peregrinação. “Estamos em uma fase muito emocionante da história. Acredito que estamos em uma batalha espiritual no momento ... Os políticos chegam ao poder com boas intenções, mas desistem. O que estamos fazendo aqui é iluminar a luz da oração sobre as injustiças que ocorrem no mundo ”.


Tags


Comentários (1)

  1. o rev. Meg Whitaker-Greene diz:

    Fico feliz em receber esta notícia da peregrinação. Eu me pergunto como os unitaristas na Inglaterra não são mencionados no artigo. Certamente, os unitaristas que estiveram na vanguarda da história do Reino Unido em direitos civis, direitos econômicos e a formação de bibliotecas públicas pertencem a esta lista de peregrinos religiosos. Obrigado pelo seu trabalho e consideração. Esta peregrinação é uma que eu consideraria fazer com as outras, embora eu seja um ministro unitário-universalista nos Estados Unidos. Certa vez, tive o privilégio de servir na Capela Chowbent em Atherton, Inglaterra, durante um período em que o ministro permanente da congregação estava de licença sabática por seis meses. Admiro profundamente a natureza espiritual de sua peregrinação.

    obrigado,
    o rev. Meg Whitaker-Greene, San Francisco, Califórnia, 9 de maio de 2012

Comentários estão fechados.