Declaração da Catedral de St. Paul após o despejo do campo Occupy

Postado 28 de fevereiro de 2012

A seguinte declaração foi emitida pela Catedral de São Paulo, em Londres, depois que os manifestantes do Ocupe acampados do lado de fora do prédio foram despejados na noite de 28 de fevereiro. O acampamento, que está em vigor desde 15 de outubro, foi removido em que a polícia chamada de operação “amplamente pacífica”.


Declaração da Catedral de São Paulo

Nos últimos meses, todos nós fomos levados a reexaminar questões importantes sobre justiça social e econômica e o papel que a catedral pode desempenhar. Lamentamos que o acampamento tenha sido removido pelos oficiais de justiça, mas estamos totalmente comprometidos em continuar a promover essas questões por meio de nosso culto, ensino e Instituto.

A catedral está aberta hoje e reservada para oração e reflexão. A catedral é acessível a todos. A área atualmente isolada é destinada a reparos essenciais em pavimentação danificada.

O clero está disponível durante todo o dia para cuidado pastoral e apoio.


Tags


Comentários (2)

  1. F. WILLIAM THEWALT diz:

    Nenhuma Igreja Episcopal precisa se desculpar com os manifestantes do Movimento Occupy. Esses criadores de problemas incansáveis ​​seriam melhores para si próprios e para o mundo se mudassem seus esforços para garantir um emprego (provavelmente exigindo mudanças de estilo de vida que eles não estão dispostos a fazer). Ninguém deve uma renda. Deve ser conquistado.
    FW GThewalt

    1. Susan Butler diz:

      Não sei em que condições você está, mas há muitas pessoas aqui que gostariam de nada mais do que um emprego. Mesmo quando há empregos disponíveis, muitos não fornecem renda adequada para aluguel, alimentação e transporte.

Comentários estão fechados.